Página Inicial

Aprosoja defende redução no preço do diesel, mas discorda de tabela de fretes

Publicado em 29 de maio de 2018

diesel-676853014Após nove dias de paralisação dos caminhoneiros, a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil), apoiada pela Aprosoja-GO, vem a público reafirmar seu compromisso com os produtores de soja, pela redução do preço dos combustíveis e pela solução de problemas que provocam o descontentamento geral com a condução dos poderes que levaram o país à terrível situação em que se encontra.

Embora reconheça a legitimidade das reivindicações dos caminhoneiros, a Aprosoja Brasil entende que a continuidade da mobilização traz inúmeros prejuízos para toda a cadeia de grãos e derivados. Infelizmente, um dos itens propostos pelo governo, a MP 832/2018, estabelece um preço mínimo para o frete, o que fere a livre iniciativa e prejudica os produtores rurais, os quais invariavelmente pagam a conta dos custos de transporte, descontados nos preços da soja. A entidade não concorda com a medida.

Contudo, a entidade segue trabalhando em Brasília para resolver os pedidos dos caminhoneiros e produtores através dos instrumentos democráticos que estão ao alcance:

1. Estamos pressionando e mobilizando os parlamentares para aprovar a redução de PIS / COFINS no diesel no Senado (PLC 52/2018) e agilidade do Governo Federal para sanção da Lei;

2. Junto com a FPA construiremos propostas de reformas públicas para redução do Estado brasileiro em toda as esferas e poderes e da burocracia e promoção de melhorias na gestão pública;

3. Vamos construir um grande movimento para que as autoridades deem o devido respeito aos produtores rurais e aos milhares de brasileiros que sofrem com os desmandos e corrupção que preocupam a Nação.

Aprosoja Brasil